Guarda-chuva

Imagem

Foto: We Heart It

Não que eu adorasse despedidas, eu apenas gostava do efeito rápido que elas tinham sob mim. Nunca fui de remoer o passado e me torturar com as pequenas infelicidades que se tornaram diárias, mas lembro de que me falavam que um dia encontraria algo pelo qual valesse a pena sofrer. Sempre achei essa afirmação estranha, já que não acho que o sofrimento seja uma coisa boa. Eu simplesmente não sinto – acho que se as pessoas tivessem um botão para ligar e desligar os sentimentos, o meu com certeza estaria desligado.

Lembro-me como se fosse ontem, o dia em que eu senti o pesar da palavra adeus. Em um dia chuvoso de Outubro, que transbordava melancolia, eu a vi pela primeira vez. Um pouco mais baixa que eu, com cabelos castanhos e bagunçados, ela tentava inutilmente se esconder da chuva embaixo da proteção de uma loja de presentes. Não sei o que me levou a fazer isso, mas me aproximei com um sorriso tímido e cedi meu guarda-chuva a ela.

A reação foi instantânea. Ela me olhou espantada, então pegou o guarda-chuva e me agradeceu com um belo sorriso. Meu coração acelerou e fiquei esperando algo como: ‘’aqui está meu telefone’’, ou ‘’quer tomar um café comigo?’’. Para minha surpresa, ela apenas foi embora. Nunca me senti dessa forma, acho que deve ser isso que chamam de amor à primeira vista. Só sei que a mulher misteriosa, acabou levando um pedaço de mim que nem sabia que existia.

Parece-me que esse é de fato um conto de fadas contemporâneo. Agora estou gripado pelo meu ato heroico e mesmo assim, sinto falta de sentir algo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s