Resenha: A garota que você deixou para trás, de Jojo Moyes

Imagem

Foto: Google Images

Autora de A última carta de amor e Como eu era antes de você, Jojo Moyes consagrou-se como uma de minhas autoras preferidas. Há um toque de leveza e sensibilidade em cada palavra sua. Seu novo livro, A garota que você deixou para trás, traduz essa qualidade incrível que ela tem de entrelaçar histórias e criar mundos distintos.

O livro é dividido em duas partes e tem duas personagens centrais: Sophie Lefèvre e Liv Halston. Sophie é uma garota francesa, que tenta sobreviver em uma cidadezinha tomada por alemães durante a primeira guerra mundial. Ela é casada com Édouard Lefèvre, um jovem pintor por quem é perdidamente apaixonada.

Assim que se conheceram na loja em que Sophie trabalhava, Édouard ficou encantado com a sua beleza e lhe fez um convite inesperado: pediu que ela fosse até sua casa, pois ele queria pintá-la. Depois de pensar muito, ela resolveu aparecer na casa do pintor e isso resultou em um belo retrato dela, que foi intitulado como A garota que você deixou para trás.

Quando Édouard se vê obrigado a deixar a pequena cidade e lutar pela França, a recordação mais preciosa de Sophie é o quadro – item que os alemães ainda não haviam saqueado. Ele é o estímulo que ela precisa para continuar sua vida, na esperança que ele volte da guerra sã e salvo.

O quadro de Sophie está pendurado na parede da jovem viúva Liv Halston e possui o mesmo efeito tranquilizador. A garota que você deixou para trás foi um presente de casamento de seu falecido marido, que era um grande arquiteto. Ela vive uma vida solitária na mais bela casa de Londres, que foi construída por ele.

No aniversário de sua morte, não suportando a ideia de ficar sozinha naquela casa, Liv resolve sair para beber. Nessa ocasião conhece Paul, um homem bonito e atencioso que chama sua atenção. Conforme o tempo passa, percebe que pode estar pronta para seguir em frente, se não fosse um pequeno problema – Paul, por acaso, trabalha em uma empresa que encontra obras de arte saqueadas durante as guerras e o quadro de Liv é um de seus casos mais recentes.

Agora ela precisará arriscar tudo e entrar em uma batalha judicial pelo quadro, e essa busca pelo passado vai revelar a história de Sophie Lefèvre. O que teria acontecido com ela? Como esse quadro veio parar nas mãos de Liv? E o mais importante: como isso vai afetar sua relação com Paul?

Como sempre, Jojo cria uma história emocionante, cheia de reviravoltas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s