Resenha: O menino do pijama listrado, de John Boyne

Image

Foto: We Heart It

Existe algo incrível em relação a esse livro. Os personagens, a forma como a história é escrita e se desenvolve, suas expressões simples e inteligentes. O que o torna ainda mais incrível, é o fato de que o autor John Boyne escreveu o livro em apenas 2 dias e meio.

A história acontece em meio ao holocausto, quando os judeus foram obrigados a esquecer suas antigas vidas e aprender a viver em um campo de concentração, vigiados pelos soldados de Hitler.

Bruno é um menino de 9 anos que ama sua vida em Berlim. Lá ele tem uma grande casa (de 5 andares), 3 melhores amigos pra vida toda e uma irmã chamada Gretel, também conhecida como Caso Perdido. O pai de Bruno é um soldado muito importante e todos sabem que O Fúria tem grandes planos para ele.

Um dia, ao chegar em casa, Bruno se depara com a empregada Maria arrumando todas as suas coisas em grandes caixas. Foi quando sua mãe apareceu para dar a má notícia: eles iriam para outra casa, em outro lugar. Mesmo com a insistência de Bruno para que continuassem morando ali, a família mudou-se para bem longe, o que deixou o menino muito triste. Eles viviam fazendo sacrifícios pelo trabalho do pai.

Bruno odiou a nova casa. Não era tão grande quanto a de Berlim (tinha apenas 3 andares) e certamente não havia ninguém para brincar. Passou a maior parte dos dias tendo aulas com sua irmã em casa, lendo e olhando pela janela de seu quarto, então percebeu que não muito longe dali, existia um lugar cheio de pessoas que vestiam um mesmo uniforme listrado. Bruno não entendia quem eram essas pessoas e quando perguntou ao pai, ele explicou que não precisaria se preocupar com elas.

Entediado ao extremo, Bruno decide explorar o lugar, afinal, fazia isso o tempo todo em Berlim. Andou por algum tempo e encontrou o lugar que observava de seu quarto. Chegando lá, avistou um menino sentado do lado de dentro da cerca. O menino era muito magro e estava muito pálido. Os meninos conversam e Bruno descobre que o nome de seu mais novo amigo é Shmuel. Quando se despedem, Bruno promete voltar no outro dia.

E assim ele faz. Durante vários dias, ele sempre retorna para conversar com o amigo. Conversam sobre várias coisas e Bruno sabia que Shmuel seria seu melhor amigo pra vida toda.

A partir disso, o pior acontece.

Apesar de ser uma leitura fácil e simples, narrada por uma criança de 9 anos, O menino do pijama listrado nos faz viver as mesmas emoções dos personagens e nos faz ver a vida (e as pessoas) de uma forma diferente e única.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s